Socializações ambientais: entre o combate à seca e a convivência com o semiárido

R$40,00

Como foram provocadas transformações na relação da sociedade com a natureza do semiárido? No que essas mudanças contribuíram para romper com o ciclo de pobreza, que ameaçou ao longo de mais de um século sua população? O problema das vulnerabilidades sociais relacionadas ao semiárido vem mudando paulatinamente nos últimos 30 anos. Antes associado a terras inférteis, a escassez e a fome, a mudança do enfoque científico foi acompanhada por novas práticas de produção dos pequenos agricultores, sobretudo das mulheres agricultoras. Tais práticas devem ser consideradas como fundamentais para a transformação do cenário de vulnerabilidade social no sertão do Pajeú, onde os índices de fome epidêmica diminuíram quase a um mínimo.