Confira os lançamentos da Editora Telha

Neste mês, a Telha apresenta três obras especiais de lançamentos nas categorias de antropologia, sociologia, arquitetura e meio ambiente.

Preparamos uma lista com quatro obras que estão em pré-venda na nossa LOJA.

O livro Tornar-se Mulher Usuária de Crack, da autora baiana Luana Malheiro, busca apresentar como as violências diversas advindas de contextos racistas e sexistas podem ser a verdadeira porta de entrada do uso compulsivo de crack, levando-nos a refletir que a saída para resolver o problema da droga está inteiramente ligada com a resolução de desigualdades raciais, econômicas e de gênero. 
A obra foi referências em publicações do Jornal A Tarde e Correio da Bahia.

Abordando o problema do reconhecimento da significância da arquitetura moderna presente na zona central da cidade do Recife, especificamente no bairro de Santo Antônio, Maria Laura Pires lança A Significância do Patrimônio Moderno no Bairro de Santo Antônio. O bairro de Santo Antônio era tradicional, repleto de sobrados residenciais e construções monumentais como a Igreja dos Martírios e o Arco de Santo Antônio. Porém, o bairro passou por diversas reformas urbanas, sendo verticalizado, reflexo do pensamento moderno da época, predominando o uso comercial em detrimento do residencial.

O Direito Humano de Não Ser Um Deslocado Forçado Ambiental, obra apresentada pelo Professor Marcelo Holanda, nos traz, em boa hora, esclarecedoras linhas sobre o Direito que assiste a todo o ser humano de alcançar o desenvolvimento com dignidade, seu e da sociedade que lhe é mais próxima. A literatura faz um perfeito paralelo do direito humano em desenvolver-se, não sem apontar para necessidade de que, nessa busca pelo seu desenvolvimento, deve observar a indispensável proteção ao meio ambiente e aos direitos humanos.

Deixe um comentário