Modos de envelhecer contemporâneos: ensaios críticos

R$63,00

“Modos de envelhecer contemporâneos” é uma coletânea de textos acadêmicos criada a partir da abordagem socioantropológica, produzida ao longo de vinte anos de pesquisas e debates sobre o tema da velhice e do envelhecimento. O livro traz os principais nós críticos que confrontam a ideia de envelhecer com os campos da saúde, sexualidade, trabalho, pobreza, estilos de vida, problematizando em que medida tantas provocações nos insultam enquanto  civilização perplexa diante de dissabores, preconceitos, mas também de perspectivas de diversidade inimagináveis ao protagonizarmos o prolongamento da vida. Trata-se de dar visibilidade às principais maquinações contemporâneas, artifícios ideológicos, modelagens, preconceitos socialmente impostos a todos aqueles que envelhecem, sem deixar de reconhecer a estatura e resistência de milhões de seres que experienciam a aventura de envelhecer. Se envelhecer se tornou uma nova condição da vida contemporânea, viver mais requer novas posturas éticas, respeito, direitos – uma nova sabedoria se impõe às relações sociais. Na ausência dessas qualidades, raras em nossa civilização, não é surpresa que os modos de envelhecer se tornem um grande desafio para o ethos societário. O único princípio que parece consensual é que envelhecer na sociedade atual não é para amadores.