A significância do patrimônio moderno no bairro de Santo Antônio 

R$49,00

Este livro aborda o problema do reconhecimento da significância da arquitetura moderna presente na zona central da cidade do Recife, especificamente no bairro de Santo Antônio. O Recife foi palco de importantes acontecimentos históricos, tornando-se uma das cidades mais importantes do país. O bairro de Santo Antônio era tradicional, repleto de sobrados residenciais e construções monumentais como a Igreja dos Martírios e o Arco de Santo Antônio. Porém, o bairro passou por diversas reformas urbanas, como o projeto da Avenida 10 de Novembro, atual Avenida Guararapes na década de 1930; e a abertura da Avenida Dantas Barreto nos anos 1970, incentivado pelo urbanismo “tábula rasa”, que defendia o uso do automóvel, ruas largas e consequentemente, demolições. O bairro foi verticalizado, reflexo do pensamento moderno da época, predominando o uso comercial em detrimento do residencial.