O que é um Ghost Writer?

Descubra o que é e o que faz um Ghost Writer. Um termo muito comum no mundo dos freelancers e também no setor editorial.

O que é um ghost writer?

A tradução literal do termo inglês significa “escritor fantasma”, o que já entrega um pouco do que esse profissional faz. O ghost writer realiza trabalhos textuais de forma anônima e totalmente silenciosa. Após a entrega do texto, o mesmo abre mão dos direitos autorais e sua participação na obra é inexistente para o público. 

Quem contrata um ghost writer?

Algumas áreas costumam utilizar das praticidades de um ghost writer, entre elas os prestadores de serviços de comunicação, blogs, influenciadores e mais. O ghost writer pode ser contratado para um simples texto, um artigo, ou ainda projetos longos como eBooks e livros. 

É comum alguém que possua uma boa ideia, mas não tem habilidade com a escrita contratar um ghost writer para realizar o serviço, garantindo assim um texto de qualidade sem grandes sobressaltos, uma vez que a obra, para todos os efeitos, é de sua autoria. 

Quando e porque contratar um ghost writer?

Se você precisa ganhar tempo o ghost writer é a melhor opção para ajudá-lo em seus textos. Esse profissional pode realizar diversos trabalhos, entre eles redação de blog post, produção de biografia, artigos, matérias e outros.

Uma grande vantagem é que você pode trabalhar com o mesmo ghost writer nas mais diversas ocasiões, isso porque eles normalmente são capaz de falar sobre os mais variados temas, com um bom aprofundamento técnico e com conteúdos de qualidade.

Quero ser um ghost writer, como começar?

Para se tornar um ghost writer é preciso estar com a língua portuguesa em dia e ter uma sólida formação cultural. Confira dois dos principais exercícios para desenvolver uma habilidade de escrita rápida de qualidade: 

  1. Leia frequentemente sobre os mais variados temas: você pode ler livros, artigos, jornais e posts online. Isso vai garantir um bom repertório de assuntos e também conhecimento técnico sobre os formatos de texto de cada veículo.
  2. Escreva todos os dias: se você está começando é provável que ainda não tenha clientes para prestar serviços. Mas você pode começar criando um portfólio e se propor a escrever diariamente sobre assuntos totalmente diferentes, variando os formatos de textos a fim de praticar e refinar os estilos. 

E você, quer ser escritor e não sabe por onde começar? Precisa de ajuda com seu livro? A Telha tem vários conteúdos sobre início de carreira e como publicar o seu primeiro livro, confira aqui mesmo em nosso blog!

Deixe um comentário