Escritoras que fizeram história no mercado editorial

Desde Harper Lee à E. L. James, as escritoras, do passado e do presente, continuam fazendo história no mercado editorial. Muitas, com seus best sellers, representam sucesso de vendas para suas editoras, conquistando públicos e adaptações em séries e filmes. 

O mercado editorial é bem vasto e rende preferências para todos os gostos, por isso é extremamente difícil escolher apenas algumas, dentre tantas, escritoras que existem. No entanto, neste artigo as quatro que serão apontadas não deixam dúvida de consagração e sucesso. Essas, de forma unânime, sintetizam uma abrangência de fãs no Brasil e no mundo.

Agatha Christie 

Considerada a melhor autora de romances policiais do século XX, Agatha Christie, com suas mais de 300 obras, é uma das mulheres mais lidas do mundo. Os lauréis de suas conquistas mostram a plenitude que ela alcançou como escritora. 

Britânica, nasceu em 1980, em Torquay, uma cidade no sul da Inglaterra, e entre as suas fãs mais especiais estava a rainha Elizabeth II. Um orgulho para seu legado foi receber da rainha o título de Dama-Comendadora da Ordem do Império Britânico, em 1971. 

Conhecida por ser a rainha do crime, ou duquesa da morte, Agatha foi traduzida em mais de cem línguas. No entanto, o que mais impressiona é como suas obras atravessaram as gerações, rendendo adaptações no cinema e conquistando novos leitores a cada ano.

Entre suas principais obras estão: Assassinato no Expresso do Oriente, Os crimes do ABC, Morte no Nilo, E não sobrou nenhum e muitos outros.

Jane Austen

A maior romancista do século XIX, Jane Austen inspirou obras contemporâneas como O diário de Bridget Jones, As patricinhas de Beverly Hills e, aqui no Brasil, até novelas como Orgulho e Paixão, produzida pela rede Globo.

Esse dom para escrever personagens femininos que estavam à frente do seu tempo tornaram suas obras verdadeiros símbolos das relações de classe e gênero. Mulheres fortes e destemidas, encarando tabus da sociedade aristocrática inglesa: essas são as características das suas principais personagens.

Uma curiosidade é que Jane Austen morreu muito jovem, antes de seus livros serem reconhecidos como seus. As obras eram publicadas com um codinome, já que naquela época existia o preconceito de que a mulher não poderia exercer sua capacidade intelectual.

Suas obras mais famosas são: Orgulho e Preconceito, Persuasão, Razão e Sensibilidade, Emma e outras mais.

J. K. Rowling

Autora do best seller mais famoso dos últimos tempos, J.K. Rowling é a criadora do tão fabuloso Harry Potter. A série foi escrita de 1997 a 2007. Harry Potter é conhecido pelo mundo inteiro, jovens dos anos 2000 em diante colecionam os livros, assistem os filmes e são verdadeiros fãs.

Os números que esse fenômeno carrega são impressionantes. São mais de 450 milhões de exemplares vendidos, distribuídos em mais de 200 países e traduzido para 79 idiomas. Recentemente a autora sofreu o chamado “cancelamento”, acusada de fazer comentários transfóbicos. Estima-se que sua fortuna atual seja de R$ 5,8 bilhões. Acredita-se que só com os filmes ela tenha lucrado 475 milhões de libras.

Confira os títulos da saga que a consagrou:

  • Harry Potter e a Pedra Filosofal 
  • Harry Potter e a Câmara Secreta 
  • Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban 
  • Harry Potter e o Cálice de Fogo 
  • Harry Potter e a Ordem de Fênix
  • Harry Potter e o Enigma do Príncipe 
  • Harry Potter e as Relíquias da Morte

Deixe um comentário